quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

O FIM DA CIVILIZAÇÃO COMO CONHECEMOS

O FIM DA CIVILIZAÇÃO COMO CONHECEMOS
Um bom empirista que soube observar [empiricamente] os últimos quarenta, cinquenta anos, sabe perfeitamente que o crescimento populacional entrará em declínio a partir de agora, 2020;
Que a qualidade de vida que teve seu ápice em 1940 e que passou a cair desde então, iniciará sua entrada em nova fase, a partir de agora, em queda livre e de maneira incontrolável;
Que a disponibilidade dos recursos naturais presentes no planeta – que são finitos – mas lideranças “evangélicas” dizem ser infinitos, por se tratar de “obra de deus” cairá de forma vertiginosa, assustadora e contínua. Tudo isso impulsionado pelo o não esperado aquecimento global provocado pelo o grande impulso no aumento no nível de poluição, que deu grande salto na década de 1990, e que continua crescendo atualmente de maneira irreversível!!
À medida que a população terrena cresce, a qualidade de vida e os recursos naturais vão ficando mais escassos e a poluição cresce exponencialmente, acentuando e acelerando o aquecimento do planeta.
Já agora em 2020, a humanidade vai presenciar um agravamento acentuado do cenário e sentir a queda na qualidade de vida que cairá até chegar a praticamente zero e a poluição começará a matar pessoas, animais... sem que se possa evitar as mortandades. Os morticínios!!
Os limites do crescimento serão mais evidentes no ano de 2072, segundo alguns estudos de base científica, gerando declínio súbito e incontrolável da população e da capacidade industrial. Até lá, a população mundial será menor do que em 1900, onde havia menos de 2 bilhões de pessoas, sendo que atualmente existem cerca de 7,7 bilhões de habitantes na terra. Em menos, então, de 50 anos morrerão cerca de 5,7 bilhões de pessoas.
ASSUSTADOR?!!
NÃO!!
NOSSO NÍVEL DE IGNORÂNCIA, DE IDIOTICE, DE IMBECILIDADE EGOCÊNTRICA AINDA É TÃO GRANDE QUE NÃO ASSUSTA...!!
POR ISSO VAMOS EM DIREÇÃO, MANSAMENTE, AO ABATEDOURO COLETIVO COMO MANADA EM DIREÇÃO AO SEU ABATEDOURO NUM FRIGORÍFICO.
CREIA!! Temos menos de 80 anos para continuarmos vivos com nosso livre-arbítrio como sendo uma dádiva de um deus que pensamos existir!!
Pense nisso!!
Pense no destino que criamos para deixarmos como nossa herança para nossos filhos e netos: um terrível fim de vida num fim de século diferente de todos os anteriores.
E, pelo o que você fez, não haverá um “sangue de cristo” nem um deus para te levar salvo a um paraíso celestial!!

Eu, Negreiros, Professor... Num canto, de um lugar qualquer, em 26 de Dezembro de 2019.

DEUS, CRISTO, POVO...

DEUS, CRISTO, POVO...


Assim como usam tanto o nome de deus em vão para tudo, buscando benefícios próprios, da mesma forma usam o nome do povo.
Em nome de deus, de cristo, do povo criam e recriam necessidades artificiais; criam e recriam problemas, ódios, divisões, violências, perseguições, guerras. Destroem... Matam aos milhares, milhões e no fim o beneficiado é tão somente o criador das situações benefícios. E deus, cristo, o povo não passa de objeto reutilizável enquanto o próprio povo se deixar crê num deus, num cristo e no próprio povo que ele não sabe quem os são!!
E dar-lhes “natal”, “confraternização” [fim de ano], e “ano novo” com as velhas mesmas enganações: e dar-lhes carnaval, “paixão de cristo”, um Tiradentes despedaçado, “dia do [povo] trabalhador”, um corpus Crist, “independência” do Brasil, padroeira do Brasil, dia das crianças, dia de finados, “proclamação da republica”, e novamente dar-lhes “natal”, “confraternização”... É semana santa, é páscoa, é quaresma; são festas e mais festas que só são festas se houver consumismos!!!
Tudo com apelo a deus, a cristo, ao povo.
E o “povo” não se cansa. NUNCA!!
Mas, felizmente para o planeta terra, e com a ajuda generosa do genocida e anticristo bolsonaro usando o nome de deus acima de todos e... de tudo, em nome do “bem-estar” dos povos indígenas e dos povos da Amazônia, destruirá a Amazônia acelerando nosso fim como povo, como gente, como espécie, como “humanos” que se aproxima com o fim deste século 21!!
FALTA MUITO POUCO!!

De um lugar qualquer, 26 de Dezembro de 2019
Negreiros, Professor...