Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 28, 2019

FATO!! FATO!! FATO!! ...

Fakenews elegeram um fakepresident Brasil 247 26 de janeiro de 2019 07:30 Seguindo




O governo que o Brasil tem hoje é resultado direto dos mecanismos montados para ganhar as eleições, fosse como fosse, com todo tipo de ilegalidade e imoralidade, contando com a cobertura do Judiciário e da mídia. Ninguém tem o direito agora de se surpreender com o presidente eleito, seja porque as declarações dele exibiam claramente de quem se tratava, seja porque eram conhecidos os vínculos dele e dos seus filhos, ou porque o seu despreparo para uma função pública era notória. Mas foi o candidato que restou à direita, depois da debacle dos tucanos e da incapacidade de articular um candidato de fora da política tradicional, como Joaquim Barbosa ou Luciano Huck. A radicalização de setores da classe média desde 2013, intensificados na campanha de desestabilização do governo da Dilma, fizeram da candidatura de Bolsonaro a única da direita com certo caudal de votos. Ainda assim, Bolsonaro estava perdendo a…

MENTIR!! MENTIR!! MENTIR!! MENT...

Imagem
Todo governo autoritário precisa de “fake news” Brasil 247 28 de janeiro de 2019 12:05 Seguindo

Por Alex Solnik, colunista do 247 e membro do Jornalistas pela Democracia O que manteve Hitler no poder durante 12 anos na Alemanha (1934-46) foi uma poderosa máquina de propaganda montada por Joseph Goebbels que pode ser chamada de a primeira fábrica de fake News da história. Sob o lema “a mentira tem que ser repetida centenas de vezes até virar verdade”, as fake News nazistas mantiveram o povo alemão desinformado a respeito do que acontecia em seu próprio país, impedindo que reagisse ao genocídio em curso. A primeira tarefa das fake News nazistas foi caluniar e difamar os judeus. De todas as formas possíveis. Não eram da raça pura. Adoradores de dinheiro. Devido à sua cobiça os alemães estavam na miséria. Têm doenças contagiosas. Qualquer contato com eles é perigoso. Eram empregados todos os meios de comunicação disponíveis para difundir essas calúnias de forma massiva. Quando os judeus …

O modo de ser e de proceder ASSASSINAMENTE das elites econômicas e políticas no Brasil

Imagem
O Brasil está moralmente morto? Brasil 247 28 de janeiro de 2019 06:42 Seguindo





Uma das frases mais ouvidas no contexto da tragédia criminosa de Brumadinho é a de que “não se aprendeu nada com a tragédia de Mariana”. Isto não se deve a um mero ato de negligência, o que já seria grave. Mas se deve a um ato deliberado de não querer aprender com os erros do passado, o que é gravíssimo. Não aprender com os erros do passado é o modo de ser e de proceder das elites econômicas e políticas do país. É por isso que naturalizamos as várias tragédias em que estamos afundados e nos mostramos um país incapaz de sair do destino desafortunado e desgraçado em que parecemos estar prisioneiros. Mas essa incapacidade é uma escolha e sempre que acontecem desastres e tragédias os atribuímos ao acaso, ao imprevisto, ao fatal. Esta é uma forma criminosa de proceder, por trás da qual estão emboscadas as elites em sua astúcia predadora, assassina, sanguinária. Esta é também a fórmula secreta da impunidade com…