sábado, 14 de setembro de 2019

A América é uma mulher

O Continente Feminino

“A América é uma mulher... Pelo menos assim ela aparece nas iconografias entre os séculos XVI e XVIII; o ventre opulento, o longo cabelo amarrado com conchas e plumas, as pernas musculosas, nus os seios. [...]. A representação assim construída pelos europeus traduzia um discurso que tentava se impor como concepção social sobre o Novo Mundo: a America, como uma bela e perigosa mulher, tinha que ser vencida e domesticada para ser melhor explorada. A metáfora para a exploração do continente serviu, na pratica, para ilustrar as relações de gênero, no período da conquista.”
(PRIORI, Mary Del. Imagens da Terra Fêmea: a América e suas mulheres. In: VAINFAS, Ronaldo (org.) América em tempo de conquista. Rio de Janeiro, Jorge Zaha, 1992.)

0 comentários: