domingo, 4 de agosto de 2019

vejo Bolsonaro como um extremista perigoso, aspirante a autoritário e propenso a piorar o problema da corrupção no Brasil.

Bolsonaro e seus aliados estão no poder, e minha visão é que é altamente provável que eles também estarão, ou já estiveram, envolvidos em grave corrupção.

É fato que políticos no futuro ataquem investigações anticorrupção dessa forma. E pelo menos no futuro próximo, estes políticos serão mais provavelmente da direita do que da esquerda.

Para lutar contra um demagogo como Bolsonaro, a oposição precisa manter sua atenção nos vários erros e abusos da sua administração e oferecer uma visão alternativa convincente que ressoe entre os eleitores. 

Que fique claro: jornalistas investigativos têm o direito e a obrigação de publicar material que julguem que o público tem o direito de saber, sem levar em consideração quem a reportagem vai ajudar ou prejudicar politicamente.

0 comentários: