terça-feira, 28 de maio de 2019

Condenado Como o Dono e Não é o Dono


Justiça reconhece que sítio de Atibaia é de Bittar e permite venda GGN 28 de maio de 2019 12:57 Jornal GGN – O juiz Luiz Antonio Bonat, responsável pela Lava Jato em Curitiba, reconheceu que o sítio de Atibaia atribuído a Lula é do empresário Fernando Bittar e sua família, e autorizou a venda do imóvel em decisão proferida na segunda (27). A decisão teve respaldo de manifestação favorável à venda por Bittar dada pelo Ministério Público Federal. De acordo com o Conjur, o MPF alegou que não haverá prejuízo com a venda, mesmo que o imóvel já tenha sido confiscado pela Justiça. Além disso, solicitou que o imóvel seja vendido por um “valor mínimo indicado” após perícia a ser realizada. A negociação ainda teria de ser submetida ao juiz de Curitiba. Os procuradores ainda demandaram que os valores decorrentes da venda sejam depositados em conta judicial. Neste processo, Lula foi condenado por ser o destinatário das melhorias no sítio – feitas pela OAS e Odebrecht – a 12 anos e 11 meses de prisão. A sentença – que copia trechos da condenação do ex-presidente no caso “triplex”, assinada por Sergio Moro – foi dada pela juíza substituta Gabriela Hardt. Clique aqui para ver página original

0 comentários: