sábado, 2 de março de 2019

Festejando a Morte!!

FESTEJANDO A MORTE!!
PSICOLOGICAMENTE, ESTAMOS GRAVEMENTE ENFERMOS

Nos anos 80 estive em um país onde acontecia uma guerra civil provocada pelos EE.UU. Lá, antes  de ir-se para as trincheiras combater os pró-americanos, tinha-se que passar por um doloroso treinamento para que se aprendesse a atirar no outro com pesar, com tristeza, com carinho, com ternura, com amor. Nada de rancor! De raiva! De ódio! De comemoração por abater o outro.

O preconceito, o rancor, o ódio, a ignorância, a estupidez, a idiotice, a imbecilidade, o analfabetismo político, religioso e funcional, a alienação..., tudo isso mata!! Mata sem que o preconceituoso, o rancoroso, o odioso, o ignorante, o estúpido, o idiota, o imbecil, o analfabeto..., o alienado perceba a sua morte!!

No Brasil, sem ainda estar em guerra civil, já vi e li nas tais “redes sócias” dezenas de postagens de pessoas comemorando, festejando a morte de outros.

Vi e li nas tais “redes sociais” postagens de pessoas comemorando, festejando a morte da Sra. Marisa Letícia Lula da Silva, esposa do Senhor ex-presidente Lula, percebi que só porque era a Senhora Esposa do Lula;

Vi e li nas tais “redes sociais” postagens de pessoas comemorando, festejando a morte da Senhora vereadora Marielle Franco. E por quê?

Vi e li nas tais “redes sociais” postagens de pessoas comemorando, festejando a morte dos garotos jogadores de base do flamengo. Só por que eram do flamengo?

Vi e li nas tais “redes sociais” postagens de pessoas comemorando, festejando a morte do Sr. Jornalista Ricardo Boechat. E por quê?

Vi e li nas tais “redes sociais”, ontem e hoje (1 e 2 de março) postagens de pessoas comemorando, festejando a morte do pequeno Arthur, neto do ex-presidente lula, que faleceu na manhã de ontem. Só por que era neto do Lula?

Essas pessoas devem dizer ser cristãs, freqüentar uma Igreja, ouvi a pregação de um pastor ou de um padre. Acham-se e se dizem humanas. Se assim for, prefiro ser um anticristo!! Um anti-humano!!

A todos vocês que comemoram, que festejam a morte da esposa do Lula, da vereadora Marielle, dos garotos do flamengo, do Boechat, nesse caso, da extrema direita à extrema esquerda, da criança neto do Lula, de uma outra pessoa, digo que, além de vocês terem chegado ao mais baixo nível de desumanidade, de barbárie, comemorar, festejar a morte de uma pessoa simboliza que ela venceu-os, isso, porque vocês foram fracos demais para compreendê-la, e, derrotá-la no campo das idéias.

Aqui fica, portanto, o meu mais sincero pesar pela esposa do Sr. Lula, pela vereadora Marielle, pelos os garotos do flamengo, pelo o jornalista e pela nossa empatia que morreu muito antes. E, agora, novamente, pelo pequeno neto do Lula, e por tantas outras que foram motivos de comemorações, de festejos.

Minha reciprocidade andragógica e filosófica é desejar profundamente ao outro tudo o que a outros e a mim ele o desejar.


Professor Negreiros

0 comentários: