quinta-feira, 18 de junho de 2015

a farsa da guerra do Iraque



Compartilhando a postagem - "*Soldado americano conta a verdade sobre..."

Liberte Sua Mente

Soldado americano conta a verdade sobre a farsa da guerra do Iraque (Vídeo)


Os governos americanos são verdadeiros fascistas, pois roubam petróleo as custas dos outros, através das guerras, e depois, vão a tv e fazem seus discursos como se nada tivesse acontecido, como "bons mocinhos",os heróis, essa é a verdade, bancam os bons mocinhos, os "salva humanidade".

Invadiram o Iraque por petróleo, o Afeganistão, interferem na forma como os países seguem suas leis, quem discorda e não compactua com a forma deles de agir, é taxado de terrorista.

São "terroristas" que acabam morrendo de formas misteriosas, e o mais estranho, e que quase nunca, se tem notícias do corpo do terrorista morto.

Morrer pelo país, esse é o lema da guerra. Assim como no Vietnã, jovens eram mandados para as batalhas e muitos não voltavam para suas famílias. Será que esses "combatentes" estão mesmo lutando por segurança, pelo país, ou será que estão lutando (morrendo) simplesmente para atenderem a certos interesses? Resta saber!
By Liberte Sua Mente

O estranho caso do pó sem dono

O estranho caso do pó sem dono

Aécio Neves e o estranho caso do pó sem dono

http://blogdokelmer.com/2015/03/15/aecio-neves-e-o-estranho-caso-do-po-sem-dono/
15mar2015

Familiares e desembargadores amigos envolvidos com narcotráfico, aeroporto construído com dinheiro público nas terras da família… A coisa não está cheirando bem

AecioNevesEOEstranhoCasoDoPoSemDono-01a

AÉCIO NEVES E O ESTRANHO CASO DO PÓ SEM DONO

.
A história do helicóptero com meia tonelada de cocaína, apreendido pela Polícia Federal em 2013, teima em se aproximar de Aécio Neves. A grande imprensa, porém, não parece se importar com essas estranhas ligações de um candidato a Presidente da República com o narcotráfico. Já que é assim, vamos nós mesmos seguir o rastro dos fatos?
AecioNevesHelicopteroCoca-01FATO 1 – Em 24.11.13 a Polícia Federal apreende no interior do Espírito Santo um helicóptero que levava para a Europa 445kg de pasta-base de cocaína (após o refino, viraria duas toneladas e seria vendida por pelo menos R$ 50 milhões). São presos o piloto, o copiloto e dois carregadores. O helicóptero pertence à família do senador Zezé Perrella, amigo e aliado político de Aécio Neves. O histórico de Perrella o envolve em crimes como lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio, e seu filho Gustavo Perrella era, na época da apreensão do helicóptero, deputado estadual.
AecioNevesZezePerrelaEFilho-01FATO 2 – De acordo com a denúncia da Justiça Federal do Espírito Santo, os quatro envolvidos buscavam cocaína rotineiramente no Paraguai e recebiam R$ 50 mil por cada viagem em que transportavam a droga. À época de sua prisão, o piloto era homem de confiança do senador Zezé Perrella e ocupava cargo fantasma na Assembleia Legislativa. As investigações revelam que o helicóptero era abastecido com verba de gabinete do deputado Gustavo Perrella.
AecioNevesHelicopteroCocaAeroporto-01FATO 3 – Vindo do Paraguai antes de seguir viagem de São Paulo para o Espírito Santo, o helicóptero pousa para reabastecimento no interior de Minas Gerais, no povoado de Sabarazinho. A apenas 14km de distância desse povoado fica o polêmico aeroporto de Cláudio, na cidade mineira do mesmo nome, construído por Aécio Neves numa fazenda desapropriada de seu tio-avô Múcio Tolentino. A chave do portão da pista é guardada pelo próprio tio-avô, e Aécio admite já ter usado a pista, mesmo ela ainda não tendo sido homologada pela Agência Nacional de Aviação Civil. O investimento do governo mineiro para a construção da pista foi, na época, de R$ 14 milhões. Cláudio tem 25 mil habitantes e está distante 50 quilômetros de Divinópolis, onde já existia uma pista de pouso e decolagem.
AecioNevesHelicopteroCoca-03FATO 4 – Segundo a Polícia Federal, grande parte da cocaína vinda do Paraguai passa por Minas Gerais, e desde 2013 foram apreendidas 5 toneladas de pasta-base no estado. Calcula-se que pelo menos 100 pousos de aviões e helicópteros do tráfico acontecem por mês em Minas. Cada voo transporta entre 250 e 500 quilos do produto.
AecioNevesLaboratorioDeRefino-01FATO 5 – Em 23.11.13, um dia antes da apreensão do helicóptero, a PF descobre um laboratório de refino de cocaína em Cláudio-MG, numa casa abandonada no distrito de Monsenhor João Alexandre. Lá foram apreendidos três balanças de precisão, embalagens com produtos químicos utilizados para o refino de drogas, 200g de pasta-base de cocaína e aproximadamente 500g de maconha prensada. Ninguém foi preso.
AecioNevesDesembargadorHelcioValentim-01FATO 6 – Em 2012, o primo de Aécio, Tancredo Aladim Rocha Tolentino – filho do ex-prefeito de Cláudio, Múcio Tolentino (o tio-avô de Aécio), mais conhecido na pequena cidade como Quedo – foi preso pela Polícia Federal, que investigava uma quadrilha de venda de habeas corpus para traficantes. Segundo as investigações, o desembargador do Tribunal de Justiça de MG, Hélcio Valentim de Andrade Filho, nomeado por Aécio quando era governador, expedia o alvará de soltura dos traficantes após recebimento do dinheiro.
AecioNevesZezePerrela-01E HOJE? – Todos os envolvidos no caso do helicóptero estão soltos e o processo poderá ser anulado em breve, o que significa que os quatro acusados voltarão a ter ficha limpa e o helicóptero será devolvido para a família do senador Zezé Perrella ‒ e os donos da cocaína seguirão tranquilamente com seu milionário e protegido negócio. Quedo, primo de Aécio, está solto e em 2014 trabalhou como coordenador, na região centro-oeste de Minas, da campanha de Aécio para a presidência. O aeroporto de Cláudio continua lá, mas como não possui homologação da ANAC, é usado apenas por Aécio e alguns amigos e conhecidos, além de pequenos aviões que param lá para voos panorâmicos fretados. A prefeitura diz estar hoje em posse da chave da pista.
AecioNevesBebado-01AÉCIO E OS ENTORPECENTES – Há muitos anos, em Minas Gerais e na cidade do Rio de Janeiro, o nome de Aécio Neves é ligado a vida boêmia, hábitos de playboy e farras com cocaína, e comenta-se, inclusive, que quando era governador, ele teria sido levado em segredo ao Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, por conta de uma overdose de cocaína, e que essa notícia teria sido censurada nos jornais. Em 2011, Aécio foi flagrado pela polícia no bairro do Leblon, Rio de Janeiro, dirigindo bêbado e com a carteira de habilitação vencida, e recusou-se a fazer o teste do bafômetro. Em 2014, ele entrou com ações na Justiça para remover links e perfis em sites de buscas e redes sociais da internet que relacionam seu nome ao “uso de entorpecentes”, sem sucesso.
AecioNeves-02CONCLUSÃO – Familiares e desembargadores amigos envolvidos com o narcotráfico, aeroporto construído com dinheiro público nas terras da família, helicóptero de amigos usado para o tráfico internacional, processo na iminência de ser anulado… A coisa não está cheirando bem. Teria sido o aeroporto de Cláudio usado para abastecer o helicoca? Teria sido usado outras vezes para fins ilícitos? O pior cenário possível para Aécio seria descobrirmos que ele está diretamente envolvido com o crime organizado e que o tráfico de drogas abastece sua carreira política. Mas por enquanto nada prova isso, e talvez Aécio esteja apenas tendo um grande azar, de se ver cada vez mais ligado a bandidos e traficantes internacionais. Porém, para sua sorte, a grande imprensa brasileira não acha que esses fatos, por mais estranhos que pareçam, merecem investigações.
O BAILE DO PÓ ROYAL – Para encerrar a matéria, uma marchinha divertida que fala sobre… bem, sobre um baile de carnaval muito animado.
.
.
Ricardo Kelmer 2014 – blogdokelmer.com
.
.
FONTES PESQUISADAS

AecioNevesEOEstranhoCasoDoPoSemDono-01aCASO HELICOCA: AS LIGAÇÕES DE AÉCIO NEVES COM ZEZÉ PERRELLA
AEROPORTO DE AÉCIO NEVES ERA USADO PARA ROTA INTERNACIONAL DE TRÁFICO DE DROGAS, DIZ JORNAL
ACUSADOS DE TRANSPORTAR COCAÍNA NO HELICÓPTERO DE PERRELLA SÃO SOLTOS
POLÍCIA FECHA LABORATÓRIO DE REFINO DE DROGAS EM CLÁUDIO-MG
O QUE DIZ O PROCESSO DO CASO DO HELICÓPTERO DOS PERRELLAS
OVERDOSES DE AÉCIO E A MORTE DE MODELO GERAM RETALIAÇÃO
O AEROPORTO, A CIDADE E SEUS MORADORES
.
Helicoca – O helicóptero de 50 milhões de reais
um documentário que escapou da censura
.
LEIA NESTE BLOG
AecioNevesEAsLevianas-04Aécio Neves e as levianas – Tem hora certa pra chamar uma mulher de leviana
Democracia e regulação da mídia – A informação é um produto e, como todo mercado, o mercado da informação precisa de regras, caso contrário o grupo que tem mais dinheiro monopolizará a informação, para prejuízo da sociedade em geral
Acabou a paciência – Cada um que protesta traz em si a frustração acumulada de tantas gerações por trabalhar dia após dia por um sistema econômico que finge querer o bem de todos mas concentra a renda
Eu esfaqueei o deputado Não temem que as pessoas se revoltem e invadam seus lindos gabinetes, que os sequestrem, que joguem uma bomba no congresso?

.
.

Seja Leitor Vip e ganhe:
Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)
.
.
COMENTÁRIOS
.
 01- A família Perrela tambem é dona de frigorífico e embutidos tipo mortadela.Só que foi fechada ha alguns anos por fazer mordadela de carne de cavalo.Só tem menino bom enfiado nesta história. Na oportunidade, Zezé Perrella era presidente do Cruzeiro( o maior do Brasil) e lesou o clube em 10 milhões de reais para se eleger senador.A família é muito unida vc ão acha? Andre Soares Pontes, Fortaleza-CE – mar2015

02- Seguir o “rastro”? Epa!! Fernando Vasqs, São Paulo-SP – mar2015
03- Nem a aeronave ficou presa. Iapurinan Oliveira, Fortaleza-CE – mar2015
04- a mídia não dá uma nota sobre isso, é impressionante. tem mostrar isso, para nossos amigos que votam nesse cara. eu ja sei de tudo isso, e muito mais. é preciso mostrar para as pessoas , quem ele é. Moacir Bedê, Fortaleza-CE – mar2015
05- sinistro. Claudemir Gazzoni, Fortaleza-CE – mar2015
06- Maravilha. Quando leio um texto de uma pessoa como o mente brilhante Ricardo Kelmer, me vem um sentimento de tranquilidade, por que os genios estão vendo. Boa Kelmer. Daniel Mota, Fortaleza-CE – mar2015
07- A quando imprensa não fala nada, só quem fala e estes bogs pagas pelo PT com dinheiro público estranho né!!! Reinaldo Pereira Das Vinhas, Fortaleza-CE – mar2015
08- Só um imbecil pode querer querer a escalada da propina que o famigerado PT desencadeou no país Brasil. Como explicar a fortuna de um torneiro mecânico, aposentado por uma mutilação de motivo duvidoso e que tem como fonte de renda o que consta nos contra-cheques. Como ficar milionário com renda tão irrisória? José Alves Rocha, Fortaleza-CE – mar2015
09- É, querido Ricardo Kelmer, a grande mídia faz o serviço direitinho, fazendo uma boa parcela de distraídos acreditarem que ‘nunca se roubou tanto’ e que o PT é o partido mais corrupto da história. Isso que dá só acompanhar o noticiário por meia dúzia de meios de comunicação e por manchetes. Ana Cristina Martins, São Paulo-SP – mar2015
10- Boa Ricardo Kelmer, vou até compartilhar, por que precisamos ter memória. Jose Leite Netto, Fortaleza-CE – mar2015
11- Estória edificante…pensar que poderia ter sido …presidente do país… Palmira Gomes Jardim, Porto Alegre-RS – mar2015
12- Que cara é esta, Aécio? Cheirou, foi? Ha, ha, ha, !!! Wolfran Gonçalves, Fortaleza-CE – mar2015
13- Bela coletânea de informações feita pelo amigo Ricardo Kelmer, revelando que a Justiça é literalmente cega para os amigos. Mas a conclusão do MP e da mídia venal é a seguinte: a fazenda é do pai, o helicóptero é do filho e o pó é do Espírito Santo. Amém! Oswaldo Higa, São Paulo-SP – mar2015
14- Esse cara é sinistro. Cibele Baptista, Barretos-SP – mar2015
15- Senador o “senhor”ainda nao explicou essa historia relacionada com a Cocaína. Laecio Bede, Fortaleza-CE – mar2015
16- olha o santo. José Leite Neto, Fortaleza-CE – mar2015
17- Não adianta sumir Aécio, fazemos questão de lembrar a todos de você. Kelsen Bravos, Fortaleza-CE – mar2015

A família mais rica do mundo

A família mais rica do mundo


 

Esqueça por um momento de todas aquelas listas dos maiores bilionários do mundo. Se você tivesse que adivinhar qual é a família mais rica do planeta, qual seria o seu palpite? Você chutaria por alguma família real europeia, como a britânica, por exemplo? Ou, quem sabe, pela família do Bill Gates ou do Elon Musk? Pois sentimos informar que não se trata de nenhuma dessas opções, e é provável que você nunca tenha ouvido falar sobre estes ricaços.   
De acordo com Matt Blitz do site Today I Found Out, a família mais rica do mundo é a Rothchild,  Descendentes de Mayer Amschel Rothschild, se estima que os integrantes da família atualmente somem juntos mais de um trilhão de dólares, constituindo a maior fortuna privada da História.

A construção de uma fortuna

Ilustração que mostra um antigo cambista judeu
Segundo Matt, a ascensão da família começou com Mayer Amschel Rothschild, que nasceu em meados do século 18 em um gueto judaico de Frankfurt, na Alemanha, e assumiu os negócios da família ainda jovem, após a morte de seu pai. Os Rothschild se dedicavam a operações de câmbio, e esse ramo de atividade evidentemente exigia que Mayer entendesse muito a respeito de diferentes tipos de dinheiro, moedas e valores.
Com o tempo, Mayer se tornou um especialista em moedas raras e, para complementar a renda familiar, começou a negociar com colecionadores. Pois um ávido colecionador da época era o Príncipe Herdeiro de Hesse — um território alemão —, que mais tarde se tornou Guilherme I de Hesse-Cassel, o primeiro príncipe-eleitor da região, o que significa que ele se tornou governador do território sob o comando do Sacro Imperador Romano-Germânico.
 
Mayer Amschel Rothschild
Basicamente, Guilherme era um homem poderoso, e como os negócios com Mayer iam bem, ele decidiu contratar o cambista como “Hoffaktor”. Sendo assim, Mayer se tornou o responsável por administrar as finanças, cobranças de impostos e operações relacionadas com empréstimos feitos a outras casas reais europeias — e era pago uma considerável soma em dinheiro por suas atividades.
De acordo com Matt, a influência de Mayer continuou aumentando, e durante a Revolução Francesa, que durou de 1789 a 1799, ele lidava com praticamente todos os aspectos financeiros relacionados com a guerra. Como? Durante períodos de conflito, todos os governos precisam de dinheiro para alimentar e armar soldados. E, na época, Mayer estava lá, para oferecer empréstimos, negociar taxas e fazer ofertas.

Dinheiro em família

Amschel Mayer Rothschild, um dos filhos de Mayer
Apesar da turbulência vivida na Europa, Mayer logo se tornou um dos homens mais ricos de Frankfurt, e ele se certificou de que seus cinco filhos, todos dedicados ao negócio do pai, fortalecessem a base de seu império. Assim, ele enviou os jovens para prestar seus serviços em cidades estratégicas, como Nápoles, Paris, Viena e Londres, e garantiu que todos se tornassem indispensáveis para os governos desses locais — ao passo que aumentavam a fortuna familiar.
Além disso, Mayer também deu um jeito de fazer com que o dinheiro continuasse circulando entre os integrantes da família, arranjando os casamentos de seus filhos, quase todos com primas. O cambista morreu em 1812, e além das “tramoias” para não dividir a fortuna com outras pessoas, as guerras que ocorriam pela Europa na época engordaram ainda mais as contas dos Rothschild, assim como aumentaram ainda mais sua influência.
Segundo Matt, na virada do século 20, os Rothschild já haviam se estabelecido com o os mais influentes e ricos banqueiros do mundo. E foi Lorde Rothschild — também conhecido como 1º Barão Rothschild — quem iniciou a fazer empréstimos a países fora da Europa, especialmente os Estados Unidos.

Expandindo riquezas

Além de dominar o mundo das finanças, ao longo dos anos os Rothschild também se tornaram grandes colecionadores de arte — e de propriedades espetaculares. Algumas delas, localizadas na França, foram transformada em vinícolas mundialmente famosas, e os vinhos produzidos atualmente estão, evidentemente, entre os mais caros do planeta. Confira alguns dos casarões a seguir:

Com respeito às coleções de arte, segundo Matt, os Rothschild acumularam uma incrível variedade de esculturas, pinturas, peças de mobiliário, cerâmicas e até de equipamentos científicos de valor inestimável. Só como curiosidade, quando as tropas nazistas invadiram a Áustria, as residências dos Rothschild foram ocupadas, e todas as obras de arte pilhadas porque Hitler pretendia criar um museu em Linz, e as peças seriam expostas lá.
Assim, até que o Führer pudesse dar continuidade ao projeto do museu, as obras tomadas dos Rothschild ficaram escondidas em um resort de esqui nos Alpes. A coleção foi descoberta por soldados norte-americanos quando a guerra terminou, mas as peças só foram devolvidas pelo governo austríaco — que mantinha quase tudo exposto por diversos museus do país — aos donos em 1999.

Mais curio$idade$:

Batalha de Waterloo

  • O Rothschild mais controverso — e podre de rico — foi, sem dúvida Nathan, um dos filhos de Mayer, o que ele mandou para Londres. Quando as Guerras Napoleônicas começaram, foi Nathan quem, sozinho, ajudou a financiar as investidas do Duque de Wellington, o famoso general britânico que ajudou a derrotar Napoleão na Batalha de Waterloo;
  • Nathan também fez vasto uso da rede de agentes, informantes e mensageiros — incluindo pombos-correios — mantida pelos Rothschild para ficar por dentro de tudo o que estava rolando financeiramente durante a guerra. E ele aproveitou essa vantagem para, por exemplo, espalhar o rumor de que os britânicos tinham perdido a guerra, mesmo sabendo que era mentira, só para manipular os valores de ações nas bolsas para ganhar muito dinheiro;
 
Nathan Mayer Rothschild

  • Mas Nathan também tinha bom coração! Abolicionista confesso, ele trabalhou duro para erradicar o comércio de escravos no Reino Unido, batalhou para que a abolição fosse promulgada e ajudou a financiar a compra de plantações britânicas — cujo valor hoje seria de R$ 8,25 bilhões — que empregavam escravos;
  • E Lionel, um dos sete filhos de Nathan — que também permaneceram no negócio familiar —, foi o primeiro judeu a ser aceito na Câmara dos Comuns do Parlamento Britânico, e ele ajudou a financiar os esforços voltados para ajudar às vítimas da Grande Fome na Irlanda;
Memorial da Grande Fome em Dublin, na Irlanda

  • Pulando algumas décadas para o futuro, depois de o governo austríaco devolver as obras de arte dos Rothschild que haviam sido roubadas pelos nazistas durante a guerra, a família decidiu doar e vender quase toda a coleção;
  • A família também doou várias de suas magníficas propriedades, como a Waddesdon Manor e a Ascott House, localizadas na Inglaterra, e a Schloss Rothschild, situada na Áustria — as quais você conferir a seguir:

  • A família Rothschild existe até hoje, e continua escandalosamente rica. No entanto, os integrantes tentam levar uma vida discreta e, em vez de se dedicar exclusivamente ao mundo financeiro, atualmente os Rothschild estão mais focados na produção de vinhos, no mercado imobiliário, na gestão de ativos, no trabalho com organizações de caridade e no ativismo social.

Fonte(s)

Imagens
Postado há por