quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Ressentimento, sofrimento e seu peso.

Psicologia

Ressentimento, sofrimento e seu peso.

by psicomarcosmarinho
ataquesdepanico
"A intensidade do sofrimento é constantemente expressa pelo seu “peso”. Assim no texto de Nietzsche. Por isso, a pergunta implicada na doutrina do eterno retorno de Nietzsche, [...] tal como exposta naquele parágrafo, diz respeito ao motivo de se carregar o peso que se carrega. Em outras palavras, está em jogo, na questão de Nietzsche, o motivo pelo qual um sofrimento não pode ser superado, por que há certo sofrimento que parece pesar mais. Ora, um sofrimento indelével é sempre um sofrimento muito poderoso. Seu poder vem de seu peso. O mais pesado de todos os pesos é um peso maior, quem sabe o mais valioso, o mais poderoso. Ao mesmo tempo, sendo “peso”, incomoda. por isso, é difícil carregá-lo. O que fazemos, então, com aquilo que nos pesa, já que ninguém deve querer, voluntariamente, carregar um peso? Justamente por isso, por ser difícil carregar o peso, é que cada um tende a jogá-lo em algum lugar. Podemos dizer que, no esforço de livrarmo-nos dele, tendemos a jogá-lo na direção de outro. Isso significa em termos “psicológicos”, projetá-lo na direção de outro".
(Márcia Tiburi, filósofa e escritora)
psicomarcosmarinho | 29/10/2014 às 17:30 | Tags: psiquismo, raiva, ressentimento, sofrimento | Categorias: psicologia | URL: http://wp.me/p2NsmY-mz
Comentário    Ver todos os comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Psicólogo Cristiano Lima: Qual a utilidade da filosofia?

Psicólogo Cristiano Lima: Qual a utilidade da filosofia? : Quando o assunto é filosofia, uma questão recorrente é aquela acerca da sua...