quinta-feira, 10 de abril de 2014

impacto de asteróide foi muito maior que o imaginado

Mistérios do Mundo

Esse antigo impacto de asteróide foi muito maior que o imaginado

by Lucas Rabello
Cerca de 3,26 bilhões anos de atrás - muito antes dos dinossauros - um gigantesco asteróide medindo entre 37 e 58 km se colidiu com a Terra. Geólogos reconstruíram este evento cataclísmico, e ele é muito, muito maior do que pensávamos.
Esse antigo impacto de asteróide foi muito maior que o imaginado
Graças aos geofísicos Norm Sleep e Don Lowe, aqui está o que sabemos agora.

A Terra tremeu por meia hora

bjab1escoqve6w687lwg-1
O asteroide media mais ou menos a mesma largura que Rhode Island e era entre 3 a 5 vezes maior do que o asteróide pensado para ter dizimado os dinossauros. Quando atingiu a Terra, ele estava se movendo a 20 quilômetros por segundo.
A colisão provocou um terremoto global com magnitude maior que 10,8 na escala Richter. Ele impulsionou ondas sísmicas a centenas de quilômetros através da Terra, desencadeando outros grandes terremotos. Este terremoto inicial sacudiu a Terra por meia hora.
A cratera resultante tinha 500 quilômetros de diâmetro.
O evento também reiniciou partes do sistema tectônico da Terra. Segundo Lowe, que está estudando características geológicas na região Sul Africana conhecida como Barberton, o impacto moldou o moderno sistema de placas tectônicas que é agora visto na região.

Tsunamis massivos

Ele também desencadeou tsunamis a milhares de metros de profundidade - muito maior do que qualquer coisa que poderia ser gerada por terremotos convencionais. Estes tsunamis inundaram a maior parte da Terra na época.

O céu se inflamou e os oceanos evaporaram

A superfície da Terra foi completamente frita. O céu tornou-se vermelho quente, a atmosfera se encheu de poeira e detritos - e a grande parte do oceano ferveu. Rochas vaporizadas foram disparadas na atmosfera onde elas deram a volta ao mundo e se condenaram em gotículas antes de se solidificar e cair de volta para a superfície.
Os cientistas dizem que o evento poderia ter sido uma das dezenas que atingiram a Terra durante o fim do período chamado Intenso Bombardeio Tardio. Desde aquela época, muitos dos locais de impacto foram sumindo, como resultado da erosão e outros processos naturais. [io9]
Lucas Rabello | Abril 10, 2014 às 5:14 pm | URL: http://wp.me/p2di4I-74A
Comment   See all comments

lugares surreais da Terra

lugares surreais da Terra

Os 30 lugares mais surreais da Terra – Parte 3

by Lucas Rabello
Muitos lugares deslumbrantes e desconhecidos permeiam o nosso planeta. Aqui vão alguns dos mais surreais:

21. Fly Geyser, Nevada, EUA

 Fly Geyser, Nevada, EUA
O Fly Geyser foi acidentalmente criado quando um poço foi perfurado e ficou desprotegida. Minerais e algas começaram a subir a partir do gêiser e se acumularam para formar um monte com aparência alienígena.

22. Cachoeira subaquática, Ilhas Maurício

Cachoeira subaquática, Ilhas Maurício
Fortes correntes oceânicas conduzem continuamente areia das margens do Maurício para o abismo abaixo, criando a ilusão de uma cachoeira submarina.

23. Monte Roraima, América do Sul

Monte Roraima
Monte Roraima
Localizada na na tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana, esta montanha é uma das mais antigas da Terra, remontando a 2 bilhões de anos,   quando a terra foi erguida acima do solo pela atividade tectônica. Os lados da montanha são penhascos verticais com várias cachoeiras, tornando-a quase impossível de escalar.

24. Aogashima, Japão

Aogashima, Japão
Aogashima é uma ilha vulcânica localizada a 200 quilômetros da costa de Tóquio. Ainda mais surpreendente do que a vista é a geografia - há um vulcão menor dentro da ilha do vulcão.

25. Gruta de Fingal, Escócia

Gruta de Fingal, Escócia
Gruta de Fingal, Escócia
Como a Calçada dos Gigantes, esta caverna foi formada pelo resfriamento de lava e fraturamento ao longo de milhões de anos. As formações irregulares no exterior são inteiramente obra de natureza.

26. Rio subaquático, Cenote Angelita, México

Rio subaquático
Rio subaquático
Debaixo da água do Cenote Angelita está um outro fluxo de água. O rio está cheio de sulfato de hidrogênio, que é muito mais pesado do que a água normal salgada. Quando se deposita no fundo, ela forma um fluxo próprio.

27. Mina Naica, México

Mina Naica, México
Mina Naica, México
Esta mina de prata é revestida em grandes cristais de 15 metros de comprimento e 1 metro de largura. Eles foram formados por fluidos hidrotermais  das câmaras de magma abaixo.

28. Praia escondida, México

Praia escondida, México
Esta magnífica praia escondida foi criada por um teste de explosão militar no início de 1900. As ilhas vizinhas foram consideradas um parque natural, com a praia escondida acessível apenas nadando através de um túnel de 50 metros.

O Olho da África, Mauritânia

O Olho da África, Mauritânia
Localizada no meio do deserto do Saara, essa estrutura geológica tem mais 24 quilômetros de diâmetro. A formação natural é tão impressionante que, durante muito tempo, os cientistas acreditavam que era o local de um impacto de um asteróide.

Lagos Plitvice, Croácia

Lagos Plitvice, Croácia
O Parque Nacional de Plitvice é o maior de seu tipo na Croácia e o mais velho no Sudeste da Europa. Ao longo de milhares de anos, a água que flui sobre calcário e barragens naturais criou belos lagos, grutas e cachoeiras.
Lucas Rabello | Abril 10, 2014 às 1:51 pm | URL: http://wp.me/p2di4I-74i
Comment