DE QUE TIPO DE EDUCAÇÃO PRECISA O POVO BRASILEIRO?

De que Educação nós precisamos?

Þ   Que tipo de educação tem o povo brasileiro?
Þ   De que tipo de educação precisa o povo brasileiro?
Þ   De que tipo de educação precisa o Brasil?
Þ   e
Þ   Que Educação eu quero?:

E, no sentido escolar
De que Educação nós precisamos?

Þ   Que tipo de educação tem o povo brasileiro?
Þ   De que tipo de educação precisa o povo brasileiro?
Þ   De que tipo de educação precisa o Brasil?
Þ   e
Þ   Que Educação eu quero?:

Pessoalmente, quero uma Educação LIVRE...!!!
Uma Educação Paidéia!!
Uma Educação Filosófica!!

Educação é, originariamente, Filosofia, é Filosófica. Filosofia é, essencialmente, Educação, é Educacional. Não tem sentido algum tratar de Educação, plano de Educação, de projeto de Educação sem antes tratar da Filosofia da Educação. Da Filosofia do Ensinar e do Aprender.

O que dá longevidade à Educação de um povo, de uma nação é sua Filosofia. Filosofia de Ensino Aprendizado. O que tem faltado, sempre, ao Brasil, ao seu povo. Filosofia!! Filosofia de Vida!!

ENSINAR, no Brasil, numa instituição de ensino, se ensina – no geral, fazendo uma mera transmissão de conteúdos... – dizendo que se estar educando, ignorando ou sem atender as necessidades emocionais, sociais e físicas da pessoa objeto do ensino aprendizado.

Posso ensinar – instruir sobre alguma coisa, ou, praticar o ato de transmitir conhecimento sobre alguma coisa a alguém; – e não Educar, mas não tem como Educar sem Ensinar.

A chamada educação brasileira não tem como objetivo formal a valorização do raciocínio de resolução de problemas, a lógica criativa e a filosofia do “educando”.

No Brasil, Educação não é nem Filosófica nem Marxista, tão pouco Doutrinária como estar sendo acusada, é só ensinamento que se propõe de alguma coisa de interesse do mercado – de trabalho –, do capital, mas que não satisfaz as necessidades nem do mercado nem tão pouco do capital. É o que diz o próprio mercado, o capital.

Se a Escola//Educação que eu tanto quero não é a Escola//Educação que você quer e, a escola//educação que você quer não é a Escola//Educação que eu tanto quero, dialeticamente não vamos ter a Escola//Educação que queremos, é óbvio!! Mas teremos a “escola//educação” sob a concessão que o estado quer que tenhamos. Isso também é óbvio!! E é o que temos!! Isso é fato!! E teremos conforme o querer do novo marginal nazi-fascista ultraliberal eleito presidente e de seus seguidores, apoiadores e defensores.

Quem “educa”, “educa” para um fim específico. E, para que fim específico quer que seja a educação que o marginal nazi-fascista ultraliberal agora eleito presidente e os seus..., tanto querem?!!

A educação escolar (em todos os níveis) estatal brasileira (concessão do estado) a ser “dada” e a que tem sido “dada” nas escolas é corrupta*!! É marginal!! Pois quem as concede e as tem concedido em nome do estado é e sempre foi naturalmente corrupto. Marginal!! Isso, porque são e sempre foram corruptos, marginais seus mandatários, seus dirigentes, quem sempre mandou no estado, conforme seus interesses, vontades e ganhos. E se sentem donos do país. Donos das pessoas. Imagine do resto...!!!

Portanto, quem “educa”, “educa” para um fim específico, no caso brasileiro, conforme o querer do novo governo eleito, educa para a deslealdade, para a desonestidade, para a corrupção, para a ignorância mais primaria, a estupidez, para se manter na marginalidade como algo natural, algo normal, algo de formação para nova cultura!! Nova Ética!!

Dez de cada dez professores acusados de doutrinadores que encontrei pelo o Brasil entre 1997 e 2013, 15 anos de andanças ministrando um Curso Livre de Filosofia para professores, todos estavam preocupados com salário, saúde (principalmente estresse mental, veja, nos últimos anos, em cada secretaria de educação, quem foi o professor que não apresentou pelo menos um atestado médico para não ir a sala de aula) e sua futura aposentadoria. Se isso é doutrinar alunos, pois estão todos doutrinados para não serem professor/a, portanto, se aposentarem como professor/a, dada a doutrinação que receberam de seus professores/as.

Se se estivesse sendo praticada a doutrinação marxista nas instuições de ensino brasileiras como tem acusado mentirosa e veementemente os nazi-fascistas que agoram assumem o governo e aparentemente o poder, não teria havido golpe e tão pouco as eleições onde usaram de informações mentirosas, caluniosas, injuriosas, difamatórias obtendo com isso vantagens eleitorais e, conseguindo se elegerem.

O marginal nazi-fascista ultraliberal eleito e os marginais que lhes seguem, todos com o mesmo discurso do combate ao ideologismo e doutrinação, querem, com a repetida e insistente acusação, é ter o caminho livre para desexplicar, desformar, desinstruir, deslecionar, desorientar, despontificar, destreinar, desensinar, desaprender o que já foi explicado, formado, instruido, lecionado, orientado, pontificado, treinado, ensinado, aprendido até agora em sala de aula, para ENSINAR o que fará a pessoa a imbecilizar-se, a idiotizar-se a partir de uma sala de aula. Isso facilita o domínio escravocrata de um povo e o estabelecimento de um reinado. E é isso que eles querem por um longo período, por um longo tempo. A garantia de um reinado longeco = a capacidade de ser extenso em sua ideologia que tem como soma elementos do nazismo, do fascismo e do ultraliberalismo.

Queres saber em que me fundamento para afirmar o que afirmo a partir da expressão: Quem educa, educa para um determinado fim?

 Vá pesquisar e estudar sobre o assunto. Depois, confirme, reafirme ou me dêsafirme.

..........
Comentanto sobre
Ultraliberalismo

Dizem que falar que o Brasil tem capitalismo ultraliberal é uma falácia, típico bordão esquerdista. O Brasil pode não ter capitalismo ultraliberal, mas tem uma boa e significativa quantidade de capitalistas libertários (ou ultraliberais) defendendo as posições e ideias liberalistas ao extremo. Querem a qualquer custo e meios a desregulação das regras econômicas e a minimização do estado. Acreditam que a máxima liberdade econômica, de mercado só é atingida através da mínima regulação do estado. E isso é ser ultraliberal. O Brasil estar à porta disso com o novo governo.

E esses capitalistas libertários (ou ultraliberais) brasileiros, dentro do capitalismo brasileiro de estado, criaram uma larga massa de miseráveis que são humilhados diariamente, dispostos a tudo para ter um salário; também sempre se encarregaram perfeitamente de pôr cada um desses miseráveis “no seu devido lugar” para, com isso, ter fácil controle e remanejamento dessa massa.

O ultraliberalismo é uma ideologia de direita defendida por indivíduos libertários (ultraliberais), bem-postos, de gosto requintado, com camisas e blêizeres engomados e cabelos bem penteados. Fáceis de identificar.

Professor* N e g r e i r o s
Também Radialista e Ativista Digital.
Um Livre Pensador Subversivo.
* Não sou Professor, aquele que “dá aula”. Professor não “dar aulas”. Portanto, Professor não é quem “dar aula”, ministra aulas. Morfológica e etimologicamente, Professor é quem Professa, Profetiza, Profere...!!!

#...#

Disqus Comments
Tecnologia do Blogger.

About

© 2017 Portal Pan Americano - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger