Páscoa para o Capitalismo

O significado da Páscoa para o Capitalismo



Carlos Antonio Fragoso Guimarães

Tanto quanto o Papai Noel, estranho personagem popularizado pela Coca-Cola e encampado pelo "mercado" que tanto fez para encobrir o significado do Natal, também a Páscoa há muito deixou de ter qualquer sentido de reflexão espiritual.

Deixou de ser um momento de reflexão/meditação sobre o significado de uma vida exemplar e do sacrifício por uma idéia, por uma visão de humanidade, para uma esperança de vida, para se tornar puramente festa (para supermercados, agências de viagens e lojas) comercial... Então, dentro do espírito do capitalismo (tão associado com a ética calvinista que tanta influencia exerce nas seitas midiáticas pentecostais e mercantis de hoje), nada melhor que retirar o sentido espiritual em prol de um comercial... Mais uma tática mercadológica dentre tantas outras...

E um Coelho aparece "pondo ovos", que na verdade é uma imbecilização mercadológica, já que são comprados a preços absurdos (pelos que podem) para ajudar no aumento do colesterol, assim como os vinhos importados vendidos no período podem igualmente ajudar nosso trânsito tão harmonioso... E onde fica Cristo? Bem, não se deve pensar nele nem nesta época, e melhor ainda se não se pensar sempre... vai que pensar e refletir em seu exemplo humano e espiritual faça questionar a febre de consumo vazio, não é verdade?

#...#

Disqus Comments
Tecnologia do Blogger.

About

© 2017 Portal Pan Americano - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger